Image

Amigos x Destino x Amizades

Etiquetas

, , , , , ,

Amigos x Destino x Amizades

Você é minha melhor amiga. Somos amigas para sempre. Você é minha alma gêmea. Você está em primeiro lugar na minha lista de amigos e prioridades. Você é especial. Você é a única pessoa que me conhece. Sua amizade é insubstituível. Blá blá blá.

Para quantas pessoas você já disse isso?

E quantas disseram isso para você?

Eu pensei, pensei e juro, pensei muito. Pensei em não escrever sobre isso e nem tentar decifrar essa confusão na minha mente e meus conflitos particulares.

Mas, sim não existe isso de para sempre. Porque enjoa. Porque é chato. Porque irrita. Porque é na hora que você vai precisar que o alguém não poderá estar lá para você e ai, você achará que era para sempre, mais que a pessoa te virou as costas e vai indo por aí. Vai acontecendo as vezes com mais e mais frequência e tem uma hora que você também já não importa-se mais com aquela irmandade.

Ás vezes aqueles amigos que consideramos irmãos, que não fazemos nada sem eles, mas, que de repente nossos destinos deixam de se cruzar parece que também em nossos corações as coisas mudam.

Um dia ao acordar, você vê que sua vida não vai ser mais como era na hora em que você foi dormir. E você pensa que aquele amigo irmão, que o destino tirou da sua vida estará ao seu lado segurando sua mão enquanto você olha pela última vez para sua mãe. Mas não, a pessoa não está lá para você pela segunda vez. E você perdoou a primeira vez. Mas agora, não é questão de perdão. São as escolhas que fazemos. E se fosse ao contrário eu estaria lá para você.

Em certas ocasiões nossa vida e nosso mundo estão desequilibrados e pensamos em mudar de casa, de vida, de amigos ou do que podemos considerar o mais fácil de emprego. E deparamo-nos com as amizades de novo e temos medo de desistir do emprego, porque achamos que com isso, desistimos de nossos amigos de mais de cinco anos e sabemos que fora desse mundo de todos os dias juntos tudo mudará, não será mais risadas pelos mesmos motivos ou entender tudo com um simples trocar de olhares. Sabemos que mudará mais temos medo de aceitar esse fato. Mas tem um dia que você não sabe o que escolher na sua vida e simplesmente decide sim sair desse emprego, de qualquer maneira, essas pessoas que você considera especiais te passam a confiança do para sempre.
Por alguma razão, sua ou dessas pessoas especiais às amizades mudam. E você ás vezes quando os encontra não sabe bem como agir ou o que dizer.

O que concluir sobre isso e meus devaneios? Não sei ainda, não quero magoar as pessoas, mas,também não me importo muito se acontecer isso, a culpa nunca é apenas de uma pessoa. Às vezes me afasto um pouco e me sinto bem com isso. Me sinto perdida.

Image

Quantos são os tipos de amor que você sente?

Etiquetas

, , , ,

Quantos são os tipos de amor que você sente?

No mundo existem mais de 7 bilhões de pessoas e simplesmente, colocamos em nossa mente e coração que só temos espaço para um amor ou que falta apenas uma peça para o nosso quebra-cabeça. Mas será isso verdade?
Porque toda vez que estamos em um novo relacionamento, temos sim, a esperança de que essa é a nossa peça, a nossa outra metade da laranja. E de repente, por uma ventura, vemos mais um final não tão feliz em “nosso filme”.
O que acreditamos mais uma vez ser o fim de uma constante busca por algo que nos complete e nos faça feliz. Como se não bastasse aqueles pensamentos de nunca mais ser feliz voltam para nossos dias e mais uma vez nos vemos encurralados pelo nosso próprio destino. Acreditamos que viveremos sozinhos e amargurados com o mundo e com a felicidade e amor. E sem querer, sem perceber e ao menos nem tentar, está lá… Aquele frio na barriga volta acontecer, aquele suspiro volta a acontecer e mais uma vez nos entregamos a aventura de amar. Sim, nós nunca perdemos as esperanças com o amor, nem mesmo quando dizemos isso em voz alta a nós mesmo.

Estaríamos nós destinados a quantos fracassos amorosos?

Acredito que a quantidade de amores que temos em nossa vida é sim ilimitada, podemos amar quantos forem possíveis, quantos forem permitidos por nossos medos e angústias. Apenas não deixo de acreditar que temos uma única “alma gêmea”. Que temos só uma pessoa no mundo pela qual daríamos nossa própria vida, uma única pessoa que abriríamos mão de nossa vida e felicidade por ela. Só existe uma alma para cada um de nós e para nossos sentidos. E infelizmente isso nunca morrerá. Podem passar dez, vinte , cem anos ou até mesmos vidas. Estamos conectados á um alguém. Mais não necessariamente estaremos juntos desse alguém.

Soulmates never die.

Ao som de Too Close – Alex Clare

Image

Uma Família em Apuros

Etiquetas

, , ,

Uma Família em Apuros

Sinopse: Quando Artie Decker (Billy Crystal) e sua esposa Diane (Bette Midler) são deixados sozinhos para cuidar de seus netos, os antigos métodos de educação colidem com os métodos modernos – sem punições, e muito menos diversão. Mas quando as coisas começam a ficar fora de controle, os avós começam a usar uma tática inesperada para conquistar os netos: ensiná-los como ser crianças e se divertir.

EU ACHEI:

Marisa Tomei para mim, nunca esteve tão divertida num filme.
Ri bastante, é um filme para assistir com a família toda é bem legal.
Também é bem emocionante como os avós tentam de toda forma conquistar ás crianças e acertar para ter a chance de serem amados. Torna-se bonito tudo o que as crianças conquistam e adquirem carinho pelos avós.
A conversa que pai e filha tem na cozinha, já quase no fim do filme é tão bonita e tão possível quanto real em nossas vidas.
É aquele tipo de comédia que a gente ri, mas, de repente podemos chorar com as conquistas do filme.
Ah!! Sem deixar de mencionar que toca Hey Michey e não tem como lembrar de momentos alegres com essa música né…

LINK DE HEY MICHEY: http://www.youtube.com/watch?v=Bm2TbeREIP0

Image

Madrugada dos Sonhos…

Etiquetas

, , ,

Madrugada dos Sonhos...

Engraçado, como nas madrugadas tenho sonhos e vontades que ao despertar se perder no mundo e voltam apenas nas inusitadas insônias causadas pelos próprios sonhos que só vivo assim, nas madrugadas dos sonhos.
Parece que na Madrugada tudo torna-se possível como, aquelas conversas reveladoras com “amigas-psicólogas-paciente”.
É estranho, quando você acorda e viveu tanto coisa assim e simplesmente é aquele dia que tanto estava á incomodar…
Torço para que venham boas madrugadas de insônia ainda, aquelas que nos ajudam a descobrir o que ainda podemos ser…
Estou confusa com as palavras e os dias consecutivos de insônia…

Ao som de Pumped Up Kicks – Foster the People.

Image

Queria que meu pai soubesse disso…

Etiquetas

, , , , , ,

Queria que meu pai soubesse disso...

Incrível como meu pai deseja que eu me sinta culpada por não conseguir ser espontânea com ele. Simplesmente porque ao telefone respondo, sim, não, tá, uhum. Ele me diz que gostaria de ser tratado como meus amigos. Mas, ele não mora comigo, praticamente nunca morou, ele não sabe que meu celular passa o dia no silencioso e no meu quarto, enquanto passo o dia na sala. Ele quer que eu tenha um assunto a dizer para ele no telefone, sendo que eu seu que dependendo do assunto que falar, apenas receberei criticas. Jamais um elogio ou realmente um papel de pai de sentar, explicar e conversar assuntos tolos.
Ele me cobra de ser uma filha melhor, mais quem disse que ele é um pai perfeito?
Nos vemos apenas uma vez por semana, ás vezes menos, e as poucas vezes que sinto vontade de conversar ou contar algo, ele nunca ficou feliz, apenas criticar as minhas vontades e escolhas é o que ele faz.
Não me intrometo na vida dele, nas decisões e na família dele. Porque simplesmente ele não faz o mesmo e consegue ficar feliz quando acerto em algo.

Eu sentia prazer de contar qualquer coisa a minha mãe, até mesmo aquelas coisas que nem fossem minhas. Ela ria comigo, dava conselhos, ouvia e se preciso dizia não vá, não faça, ou apenas, tome cuidado ou me ligue. Como era simples e mágico todas aquelas palavras. Aquela voz ao telefone. Aqueles bilhetes pelas manhãs ou madrugadas. Como tudo aquilo era importante aos meus dias e ao sentido da minha vida.
Ela não se importava se eu passava um pouco mais de tempo com pessoas que eram meus amigos, não se importava de pausar um filme para eu atender uma ligação e não se importava de sentar ao meu lado e vermos juntas coisas na internet.

Já meu pai se importa apenas de eu ligar o Notebook, se meu telefone toca, se digo que não estou em casa ou se compro alguma coisa cara com meu próprio dinheiro.

Porque pais e mães são assim tão diferentes? E porque nos é tirado aquele que mais parece nos amar e aceitar?

Acho que passarei a vida me perguntando isso, mais o que me conforta é que quando eu for embora também deste mundo, a primeira pessoa que verei será ela. E ai, vai parecer que toda a minha vida valeu a pena.
Não vou mudar para agradá-lo e não vou pedir de novo para ele me tratar como um pai normal. Desse vez não vou implorar para que ele me entenda. Chega!

Ao som de Boyce Avenue – This Year’s Love

Image

O Impossível

Etiquetas

, , , ,

O Impossível

Sinopse: O casal Maria (Naomi Watts) e Henry (Ewan McGregor) está aproveitando as férias de inverno na Tailândia junto com os três filhos pequenos. Mas na manhã de 26 de dezembro de 2004, enquanto curtiam aquele paraíso após uma linda noite de Natal, um tsunami de proporções devastadoras atinge o local, arrastando tudo o que encontra pela frente. Separados em dois grupos, a mãe e o filho mais velho vão enfrentar situações desesperadoras para se manterem vivos, enquanto em algum outro lugar, o pai e as duas crianças menores não têm a menor ideia se os outros dois estão vivos. É quando eles começam a viver uma trágica lição de vida, movida pela esperança do reencontro e misturando os mais diversos sentimentos.

EU ACHEI:

Excelente, faz parecer totalmente real do início ao fim, não é só um filme que no começo da sessão aparece na tela baseado em eventos reais e não nos emociona nem nos fascina, até acabar o filme passa um monte de coisas na nossa mente, quem vai viver, quem vai morrer. Em diversos momentos me paralisava olhando para tela, sem nem conseguir comer a pipoca, e sim, conseguia sorrir quando acontecia algumas cenas, que creio, vocês também sorriram…

Enfim, o melhor de 2012, quero muito que entre na lista do Oscar, merece demais.
Faz a gente perceber que somos tão pequenos no mundo e podemos ser tão fortes.

Image

Esperar, querer, acreditar…

Etiquetas

, , ,

Realmente minhas páginas estavam em branco. Realmente eu estava achando que tinha perdido tudo. Realmente ás vezes eu sou muito fria. Mas eu preciso ser assim. Esse é meu jeito, essa a minha maneira de viver. Esse é o meu modo de achar bom ou ruim. Só assim eu vejo até onde posso ir e vou mais. Sempre. Ontem a dorzinha tava um incomodando um pouco e eu para evitar como sempre, escrevi.. Sim.. Despejei meus pensamentos e meus medos para quem tinha que ser. Na mesma hora quis apertar delete e esquecer tudo, mas, enviei. Hoje não esperava, mas obtive resposta. Sim. Me deixou bem, não me faz pensar por nada: “E se?”… Apenas sorri!!! Mesmo longe você me faz bem. Obrigada!! E além de tudo isso o engraçado é que por muitas vezes hoje eu sorri, sem nenhum motivo, a não ser, lembrar que você está no meu mundo.

FELIZ ANO NOVO, QUE 2013 SEJA GRANDIOSO PARA TODOS NÓS…

Image

O Silêncio nos acalma ou apavora…

Etiquetas

, , , , ,

O Silêncio nos acalma ou apavora...

Podemos sorrir, aquele sorriso de canto, que apenas acalma a pessoa que nos olha…
Podemos chorar, deixar apenas que as lágrimas rolem, sem que façamos alarde.
Podemos chorar e rir ao mesmo tempo, por vários motivos diversos num mesmo momento, que por de repente, torna-se único.
Podemos viver e amar, ou apenas viver, ou apenas amar. Mas, sim, viver é o fundamental. Pois, não se vive de amor, mas se vive a nossa vida. Com ou sem alguém para amar continuamos a trilhar nosso destino.
Vivendo o simples…

Image

Merry Christmas

Etiquetas

, , ,

Merry Christmas

Eu tinha quase certeza de que o mundo acabaria dia 21, mas não, fui enganada.
Agora vou ter que procurar um emprego e um amor, duas coisas muito chatas de se fazer. E até parecidas se você pensar que perde dua liberdade.
Mesmo assim, fui diferente dos meus últimos seis anos de Natal e Ano Novo que era amigos, bagunça, praia e bebidas. Vim passar o Natal com a família, sabe quando bate aquela melancolia de que a gente cresceu e perdeu a mágica da infância de Natais perfeitos? Foi bem isso…
Desejo a mim e á todas pessoas um Natal perfeito, com risadas e abraços.